AFP

Tillerson participa de uma reunião em Sydney

(afp_tickers)

O presidente americano, Donald Trump, quer "seguir comprometido" com o tema do clima, apesar da retirada dos Estados Unidos do Acordo de Paris, afirmou nesta segunda-feira o secretário de Estado Rex Tillerson.

Trump decidiu abandonar o Acordo de París de luta contra a mudança climática porque considerava que "não servia aos interesses dos americanos (nem) a seus interesses econômicos futuros", declarou Tillerson durante visita a Sydney.

"Mas acredito que o fato de o presidente ter expressado o desejo de reexaminar, de conversar, talvez encontrar as bases de um novo acordo, indica que reconhece que o tema ainda é importante e que deseja seguir comprometido com ele", afirmou Tillerson.

O chefe da diplomacia americana, que, sgundo analistas, era um dos integrantes do governo contrários à saída dos Estados Unidos do Acordo de Paris, afirmou na semana passada que o país continuaria com os esforços de luta contra a mudança climática de maneira unilateral.

A decisão de Trump provocou uma onda de indignação internacional, mas também dentro do país. Vários governadores de estados anunciaram que pretendem aprovar medidas para cumprir com os princípios do Acordo de Paris para reduzir as emissões de gases que provocam o efeito estufa.

Os signatários do pacto se comprometeram a adotar medidas para manter o aumento da temperatura do planeta abaixo de 2 graus na comparação com a era pré-industrial.

AFP

 AFP