AFP

O prefeito de Londres, Sadiq Khan, em Londres em 5 de abril de 2017

(afp_tickers)

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reforçou nesta segunda-feira no Twitter os ataques ao prefeito de Londres, Sadiq Khan, ao considerar que suas explicações para pedir calma após os ataques de sábado foram uma "desculpa patética".

"Desculpa patética do prefeito de Londres Sadiq Khan que teve que pensar rápido depois de sua declaração sobre 'não há motivo para alarme'", escreveu Trump, que no domingo já havia criticado Sadiq Khan pelos pedidos de calma.

Em sua mensagem, Trump acrescentou que a imprensa tradicional tem à frente uma "dura tarefa para vender" essa versão.

Na realidade, Trump já havia tirado de contexto a frase de Khan, que se referia a um reforço da vigilância policial.

Entretanto, o presidente americano interpretou que, com seu pedido, Khan estava subestimando a gravidade da ameaça de novos ataques.

No geral, a sequência de mensagens de Trump no Twitter depois dos ataques de sábado no centro de Londres foram fortemente criticadas pela imprensa americana.

Particularmente porque Trump aproveitou a comoção pelos ataques para defender o seu questionado decreto que fecha as portas do país a imigrantes e refugiados de um grupo de países de maioria muçulmana.

Nesta segunda-feira, Donald Trump tuitou que "os advogados dos tribunais podem chamar como quiserem, mas ele chama como é necessário chamar e o que realmente é, uma PROIBIÇÃO DE VIAGENS".

AFP

 AFP