Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Um casal de turistas suíços foi brutalmente agredido a pedradas a alguns quilômetros do Taj Mahal

(afp_tickers)

Um casal de turistas suíços foi brutalmente agredido a pedradas a alguns quilômetros do Taj Mahal, por homens que desejavam uma fotografia com as vítimas, informaram a polícia e a imprensa.

Quando visitavam, no domingo passado, a antiga cidade de Fathepur Sikri, 40 km ao oeste de Agra e do famoso Taj Mahal, os dois turistas foram perseguidos, encurralados e agredidos por um grupo que queria uma fotografia com a mulher do casal.

Segundo o jornal Times of India, o homem sofreu uma fratura no crânio e tem um coágulo de sangue no cérebro. A mulher teve um braço quebrado. Os dois são moradores de Lausanne, de acordo com a publicação.

O casal relatou ao jornal que, quando estavam ensanguentados no chão após a agressão, as pessoas tiravam fotos com seus smartphones.

A polícia local prendeu um suspeito e informou que identificou outros.

Procurada pela AFP, a embaixada suíça não estava disponível no momento.

Em 2016, 8,8 milhões de turistas estrangeiros visitaram a Índia, um aumento de 9,7% em um ano, segundo o governo.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP