Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O ministro de Relações Exteriores turco Mevlut Cavusoglu, em Ancara, no dia 14 de setembro de 2017

(afp_tickers)

O governo turco qualificou nesta quarta-feira (6) de irresponsável e ilegal o anúncio feito pelo presidente americano, Donald Trump, de reconhecimento pelos Estados Unidos de Jerusalém como capital de Israel.

"Condenamos a irresponsável declaração da administração americana. A decisão vai contra a lei internacional e importantes resoluções das Nações Unidas", afirmou no Twitter o ministro turco das Relações Exteriores, Mevlut Cavusoglu.

Erdogan tinha pedido, horas antes do aguardado anúncio de Trump, uma cúpula de países muçulmanos em Istambul em 13 de dezembro para tratar do assunto.

Em uma declaração separada, o Ministério de Relações Exteriores turco insistiu que o conflito entre Israel e os palestinos só pode ser resolvido mediante a criação de um Estado palestino, com Jerusalém leste como capital.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP