AFP

A mãe de Depardon concede uma entrevista à AFP na cidade turca de Gaziantep

(afp_tickers)

O fotojornalista francês Mathias Depardon, preso durante uma reportagem no sudeste da Turquia, onde ficou detido por um mês, dirigia-se para Istambul, de onde será deportado para a França, informou à AFP a organização Repórteres sem Fronteiras (RSF).

"O processo de expulsão de Mathias Depardon está em andamento", disse o secretário-geral da ONG, Christophe Deloire. "Deve chegar em Paris esta noite", acrescentou.

O presidente francês Emmanuel Macron havia pedido em 3 de junho ao seu colega turco Recep Tayyip Erdogan a libertação e retorno de Depardon à França "o mais rápido possível".

Radicado na Turquia há cinco anos, Depardon, jornalista independente de 37 anos, foi preso em Hasankeyf (sudeste), onde realizava uma reportagem para a revista National Geographic.

As autoridades turcas o acusaram de fazer "propaganda terrorista" por ter postado nas redes sociais fotografias tiradas durante uma reportagem sobre o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK, separatistas curdos).

AFP

 AFP