AFP

(5 abr) Enterro de uma das vítimas do ataque na cidade síria de Khan Shaykhun

(afp_tickers)

Os elementos colhidos durante as primeiras análises realizadas de vítimas do suposto ataque químico na Síria indicam que elas forma expostas ao gás sarin, um potente agente neurotóxico, declarou o ministério da Saúde turco.

"Os resultados das primeiras análises realizadas a partir de elementos extraídos dos pacientes indicam que foram expostos a um químico (gás sarin)", indicou o ministério em um comunicado posado em seu site.

AFP

 AFP