AFP

(19 mai) Iranianas fazem fila para votar

(afp_tickers)

Os telespectadores iranianos foram surpreendidos ao verem mulheres iranianas sem o véu islâmico em um filme produzido para a televisão nacional Irib para o mês do Ramadã.

Sob a lei islâmica em vigor desde a revolução de 1979, todas as mulheres devem usar o véu, sejam iranianas ou estrangeiras, independente da sua religião.

A televisão nacional que, naturalmente, respeita esta regra para as mulheres iranianas, exibe, no entanto, filmes estrangeiros com mulheres sem véu.

Mas nos primeiros episódios do telefilme iraniano Nafas, com cenas que recordam o período antes da revolução, é possível observar "iranianas" sem véu ao fundo.

Para contornar a proibição, o diretor viajou à Armênia para filmar algumas cenas com atrizes do país vizinho, que graças à técnica de "chroma key" aparecem nas cenas filmadas no Irã.

"É um sucesso técnico para o nosso cinema e nossa televisão, que poderá ser utilizado no futuro", declarou Jalil Saman, diretor do filme, ao jornal Sobh-Hafte.

A televisão iraniana encomenda todos os anos produções para o Ramadã, que são geralmente muito populares.

Saman explicou que teria sido ridículo mostrar todas as mulheres com véu antes da revolução de 1979, quando elas não eram obrigadas a usar o véu islâmico.

Ele explicou que foi proibido de usar perucas e que não queria as atrizes de chapéu.

AFP

 AFP