Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Twitter anuncia medidas para dar mais transparência a anúncios políticos

(afp_tickers)

O Twitter anunciou nesta terça-feira que tomará iniciativas para saber mais facilmente quem está por trás dos anúncios políticos e a quem eles se dirigem, em uma estratégia para frear as práticas desonestas.

A medida inclui o lançamento de um centro on-line com detalhes sobre os anunciantes e as mensagens desses conteúdos patrocinados ("ads"), segundo o gerente-geral de receitas e engenharia de produtos da companhia, Bruce Falck.

O Twitter também pretende implementar políticas mais restritas e melhorar os controles, como parte de um aumento da vigilância na internet após entidades apoiadas pela Rússia usaram redes sociais para difundir desinformação ou notícias falsas durante a campanha presidencial de 2016 nos Estados Unidos, com o objetivo de favorecer a chegada do republicano Donald Trump à Casa Branca.

"Para tornar mais claro quando (o usuário) está vendo ou interagindo com um conteúdo eleitoral", a rede social - com 328 milhões de usuários - exigirá agora que os anunciantes de mensagens políticas ou sobre eleições "identifiquem suas campanhas como tal", disse Falck em um post.

"Também mudaremos a aparência e a interação desses anúncios e incluiremos um indicador visual sobre anúncios políticos", acrescentou.

O Twitter planeja lançar as novas regras inicialmente nos Estados Unidos e depois ampliá-las ao resto do mundo.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP