Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

A União Europeia reconheceu nesta quinta-feira que sua proteção contra ciberataques é insuficiente e destinará 10,8 milhões de euros adicionais

(afp_tickers)

A União Europeia reconheceu nesta quinta-feira que sua proteção contra ciberataques é insuficiente e destinará 10,8 milhões de euros adicionais, anunciou o comissário europeu para questões de segurança, Julian King.

"Nossa dependência de internet, de aparelhos e tecnologias conectadas excede nossa capacidade de nos proteger, e nós temos que nos proteger", disse ele em coletiva de imprensa em Bruxelas.

O comissário também anunciou que o executivo europeu irá alocar 10,8 milhões de euros adicionais a 14 membros da UE para melhorar a sua proteção. Também irá fortalecer a unidade de cibercrime da Europol.

King anunciou que a UE começará em setembro a revisar a sua "estratégia de segurança cibernética" com novas medidas.

Na terça-feira, um ciberataque semelhante ao de maio pelo 'ransomware' WannaCry, afetou empresas em todo o mundo.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP