Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Mohamed Garfanji, um dos principais chefes da pirataria da Somália, em dunas de areia da cidade costeira de Hobyo, em 20 de agosto de 2010.

(afp_tickers)

As forças de segurança da Somália prenderam um dos principais chefes da pirataria do país, Mohamed Garfanji, informaram fontes oficiais.

Garfanji foi detido no domingo em Mogadíscio junto com vários guarda-costas somalis e estrangeiros.

O governo não confirmou a prisão deste poderoso bandido, que durante anos conseguiu milhões em resgates.

Tanto os Estados Unidos como as Ilhas Seychelles querem interrogá-los por seu suposto envolvimento em cidadãos desses países.

O presidente Hassan Sheikh Mohamud ofereceu no ano passado uma anistia para os piratas que infestam o país, mas não para seus líderes.

Entre os navios que Gafsanji teria capturado está o petroleiro sul-coreano Samho Dream, em 2010, que ele libertou em troca de nove milhões de dólares.

AFP