Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Capital da Líbia, Trípoli, fotografada a partir de um helicóptero

(afp_tickers)

Um engenheiro alemão e três cidadãos turcos, que participam na construção de uma central elétrica no sul da Líbia, foram declarados desaparecidos na região de Ubari, como contou à AFP nesta sexta-feira (3) um responsável da área local de segurança.

O engenheiro alemão, funcionário do grupo Siemens, e os três turcos, um deles também engenheiro e os outros dois técnicos da empresa turca Enka, desapareceram na estrada entre o aeroporto de Ubari, localizado a cerca de 1.000 km ao sul de Trípoli, e a central elétrica, ressaltou em anonimato esse funcionário de segurança.

"Até o momento, não podemos falar de sequestro. Não recebemos nenhuma reivindicação. Há uma investigação acontecendo", acrescentou.

Desde a queda do regime de Muamar Gadafi em 2011, os trabalhadores estrangeiros e os representantes diplomáticos na Líbia são frequentemente alvos de ataques e sequestros por parte de poderosas milícias e do grupo extremista Estado Islâmico (EI).

Apesar da perda do seu território em Sirte, em dezembro de 2016, o grupo extremista segue ativo na Líbia, onde, desde então, já reivindicou vários ataques.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP