Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O secretário-geral da Unasul, Ernesto Samper, participa de coletiva de imprensa, em Quito, no dia 29 de agosto de 2016

(afp_tickers)

A União de Nações Sul-Americanas (Unasul) propôs, nesta quinta-feira (1º), uma reunião extraordinária para analisar a situação do Brasil, após o de Dilma Rousseff.

"A destituição da presidente Dilma Rousseff por parte do Senado do Brasil gera preocupação e tem implicações regionais, cujo exame justifica uma reunião extraordinária de chanceleres", expressou o organismo em um comunicado.

A instituição acrescenta que seu secretário-geral, o ex-presidente colombiano Ernesto Samper, está "fazendo consultas com os chanceleres da União", sem mencionar uma data.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP