AFP

Uzbeque Rajmat Akilov, de 39 anos, assumiu a autoria do ataque em Estocolmo, afirma imprensa sueca

(afp_tickers)

O homem detido como suspeito pelo ataque de Estocolmo confessou ser o autor - publicou o jornal "Expressen" neste domingo (9).

De acordo com o "Expressen", ele teria dito estar "satisfeito com o que havia feito" e que "conseguiu o que queria".

O detido foi identificado pelos jornais "Expressen" e "Aftonbladet" como Rajmat Akilov, um operário de 39 anos, de origem supostamente uzbeque, em situação irregular no país.

Na sexta-feira (7), um caminhão avançou contra várias pessoas em uma das ruas de pedestres mais movimentadas do centro de Estocolmo, deixando quatro mortos. Poucas horas depois, a polícia deteve um suspeito.

A Polícia informou que as vítimas fatais foram uma mulher e uma menina suecas, um cidadão britânico e uma belga.

Dos 15 feridos, dois continuavam internados neste domingo, em estado crítico.

AFP

 AFP