Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Fumaça de incêndio florestal em Cache Creek, no oeste do Canadá, em 19 de julho de 2017

(afp_tickers)

Dezenove focos criaram um incêndio florestal maciço, o maior já registrado na província canadense de Colúmbia Britânica, no extremo oeste do país, disseram funcionários do governo nesta terça-feira.

Os focos confluíram em um único incêndio ao oeste de Quesnel que abrange 467.000 hectares - o dobro do recorde anterior, de mais de 200.000 hectares em 1958.

O incêndio se estende por 130 km e, apesar dos esforços de centenas de bombeiros, acredita-se que continuará ativo por mais algum tempo.

"É o maior incêndio da história da Colúmbia Britânica", disse o chefe de informações de incêndios florestais da província, Kevin Skrepnek, em um comunicado. "Apesar de que não aumentou nas últimas 24 horas, tem potencial para se estender".

O estado de emergência está em vigor na Colúmbia Britânica desde 7 de julho.

A maioria das 46.000 pessoas que foram obrigadas a se deslocar foi autorizada a voltar às suas casas, mas cerca de 2.700 continuam sob ordem de evacuação.

Até esta terça-feira havia 134 focos ativos na província. Cerca de 900 bombeiros e equipes de apoio, assim como 200 aviões, foram mobilizados.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP