Navigation

Vacina da J&J pode ser aprovada em março pela UE, diz ministra francesa

(ARQUIVOS) Nesta foto de arquivo tirada em 18 de fevereiro de 2021, um profissional de saúde segura uma dose da vacina Johnson & Johnson contra o coronavírus COVID-19 no Hospital Klerksdorp. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 28. fevereiro 2021 - 13:46
(AFP)

A Agência Europeia de Medicamentos pode aprovar a vacina contra a covid-19 da Johnson & Johnson no início de março e a UE pode começar a distribuí-la no final do mesmo mês, disse a ministra da Indústria francesa, Agnès Pannier-Runacher, neste domingo.

A União Europeia (UE) vai aprovar a vacina "no início de março, pois a agência europeia de medicamentos está revisando todas as informações fornecidas pela Johnson & Johnson para poder disponibilizá-la ao mercado", disse Pannier-Ruancher ao canal de televisão France 3.

As primeiras doses devem "chegar no final de março ou início de abril", acrescentou, embora os prazos ainda estejam sendo discutidos com o laboratório.

"É uma boa notícia porque essa vacina só precisa de uma dose, mas é possível que exija injeções de reforço, ainda não sabemos", disse.

Os Estados Unidos autorizaram o fármaco da J&J no sábado para pessoas com mais de 18 anos.

De acordo com um gráfico divulgado pela Comissão Europeia na quinta-feira, a UE deve receber até o fim de junho quase 600 milhões de doses de vacinas, caso todas as entregas aconteçam de acordo com o planejado.

A UE estabeleceu a meta de vacinar 70% da população adulta, ou seja, 225 milhões de pessoas, até o final do verão (hemisfério norte, inverno no Brasil).

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?