Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Logo da Ford é visto em modelo novo de Ford Focus em 1 de outubro de 2013 em Wayne, Michigan

(afp_tickers)

Os fabricantes de automóveis tiveram um mês de junho dinâmico nos Estados Unidos, com GM, Chrysler e Ford anunciando vendas superiores às esperadas.

Envolvida desde fevereiro em um escândalo de recall de veículos, a GM - líder nos Estados Unidos com suas marcas Chevrolet, Cadillac e Buick - parece manter a confiança de seus clientes norte-americanos.

Em junho, a montadora apresentou 267.461 novos registros, uma pequena alta de 1% em comparação ao mesmo mês do ano passado, segundo um comunicado da companhia. São as melhores vendas da GM em junho desde 2007, superando a previsão de 242.200 novos veículos da Edmunds.com.

A segunda maior montadora americana, a Ford, sofreu um recuo de 6% em junho em comparação com o ano passado, com 222.064 veículos, acima da previsão de 219.601 carros. Já a Chrysler, do grupo Fiat Chrysler, anunciou uma alta de 9% nas vendas.

Entre os fabricantes estrangeiros, destaca-se a Toyota, maior grupo automobilístico do mundo e o segundo maior nos Estados Unidos, com crescimento maior do que o esperado. Foram vendidos 201.714 veículos em junho, com crescimento anual de 11,9%.

AFP