AFP

Captura de tela da emissora estatal VTV mostra a procuradora-geral Luisa Ortega, em Caracas, em 31 de março de 2017

(afp_tickers)

Um total de 26 mortos é o balanço de um mês de manifestações contra o governo de Nicolás Maduro, informou nesta terça-feira a procuradora-geral, Luisa Ortega, ao condenar a violência no país.

"Não posso tolerar a violência, lamento a morte de 26 pessoas, sejam do governo ou da oposição, a morte de uma pessoa é sempre lamentável. Faleceram quatro adolescentes e 22 adultos", afirmou a procuradora em uma declaração à imprensa.

AFP

 AFP