AFP

Visão da Assembleia Nacional em Caracas, Venezuela, no dia 23 de maio de 2017

(afp_tickers)

O governo venezuelano ativou nesta terça-feira um sistema de oferta de divisas cuja taxa será flutuante, mantendo o controle cambial vigente desde 2003.

O ministro da Economia e das Finanças, Ramón Lobo, explicou que o processo de oferta e compra de divisas -que o governo monopoliza- será por leilão via internet.

A taxa de câmbio será determinada mediante um "cruzamento entre a oferta e a demanda", levando em conta as faixas de preços estabelecidas pelo governo, o que não foi detalhado.

Ao anunciar o novo sistema Dicom, o presidente Nicolás Maduro disse que o objetivo era derrotar o "dólar negro" (que é cotado oito vezes acima da taxa oficial mais alta).

Lobo destacou que agora todo o processo será automatizado para garantir sua "transparência".

AFP

 AFP