Navigation

Venezuela denuncia ataque de hackers a sites de embaixadas com falso apoio a Guaidó

(Arquivo) O líder opositor venezuelano Juan Guaidó afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 08. fevereiro 2019 - 11:33
(AFP)

O Ministério das Relações Exteriores da Venezuela denunciou nesta quinta-feira que os sites de suas embaixadas no México e na Argentina foram objetos de um ataque cibernético com "informações falsas" em favor do reconhecimento do opositor Juan Guaidó como presidente interino do país petroleiro.

Em um comunicado, o Ministério das Relações Exteriores confirmou "o ataque e a intervenção nos portais das embaixadas venezuelana, na Argentina e no México, onde informações falsas sobre seus embaixadores foram publicadas com o único propósito de boicotar os serviços diplomáticos".

Por algumas horas, o site da embaixada em Buenos Aires mostrou uma falsa declaração em nome do encarregado de negócios argentino, Juan José Valero, que "em resposta às decisões de outros diplomatas venezuelanos na região", reconheceu a Assembleia Nacional da Venezuela "como o único órgão legítimo" desse país.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.