Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

A bandeira do Mercosul é içada no Ministério das Relações Exteriores, em Caracas, no dia 5 de agosto de 2016

(afp_tickers)

A chancelaria venezuelana içou nesta sexta-feira, em Caracas, a bandeira do Mercosul para simbolizar o início de seu período na presidência rotativa do bloco, apesar da oposição dos sócios fundadores.

Uma bandeira branca com a logo do organismo foi hasteada na frente da Casa Amarela, sede protocolar da chancelaria, no centro da capital, em um ato liderado pela ministra Delcy Rodríguez e um grupo de funcionários diplomáticos, com o hino venezuelano ao fundo.

O ato aconteceu um dia depois de os sócios fundadores do bloco concluírem sem consenso uma reunião em sua sede de Montevidéu para definir a passagem da presidência pro tempore.

O Uruguai encerrou a presidência do Mercosul na sexta-feira passada depois de seis meses à frente do bloco, sem ato de passagem à Venezuela, que por ordem alfabética a seguiria no posto.

No entanto, os governos de Brasil, Paraguai e Argentina não reconhecem o mandato e questionam a administração do presidente Nicolás Maduro pela situação política na Venezuela.

Além disso, alegam que Caracas não adequou sua legislação ao bloco, no qual ingressou em 2012.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP