Navigation

Venezuela recebe 73 toneladas de ajuda europeia contra COVID-19

O presidente da Venezeuela, Nicolás Maduro afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 22. agosto 2020 - 19:11
(AFP)

A Venezuela recebeu neste sábado 73 toneladas de ajuda humanitária doadas por Espanha e Portugal para fazer frente à pandemia COVID-19, informaram representantes do governo socialista, da Organização das Nações Unidas (ONU) e da União Europeia (UE).

"O carregamento é uma contribuição que a União Europeia, os governos de Espanha e Portugal deram para combater a pandemia COVID-19, estamos falando de 73 toneladas de suprimentos médicos", disse Yván Gil, vice-reitor da Venezuela para a Europa, em declarações veiculadas na televisão governamental.

A ajuda inclui "algumas vacinas para várias patologias, equipamentos de proteção, equipamentos para saneamento de água e diversos medicamentos", explicou Gil durante a recepção do avião no aeroporto de Maiquetía, localizado a cerca de 40 minutos por terra de Caracas.

A ajuda humanitária foi implementada 'graças à generosidade da comunidade internacional e ao voo doado por @UEenVenezuela”, afirmou o Gabinete de Coordenação de Assuntos Humanitários da ONU (OCHA) no Twitter.

Os suprimentos serão destinados "aos grupos mais vulneráveis devido à pandemia e à situação econômica que o país enfrenta", disse Jan Harsft, representante do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) na Venezuela.

O novo coronavis deixa a Venezuela sufocada por seis anos de recessão e um sistema de saúde em colapso.

Desde que os primeiros casos foram confirmados em março passado, o governo do presidente socialista Nicolás Maduro registrou mais de 38.000 infecções e 371 mortes.

Os números oficiais são questionados pela oposição e por organizações como Human Right Watch, por considerarem que escondem uma realidade muito pior.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.