Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Papa Francisco

(afp_tickers)

Um jovem deputado venezuelano aproveitou um encontro privado com o papa no Vaticano para pedir a namorada em casamento diante do pontífice, um gesto incomum que divertiu e surpreendeu Francisco, comentaram nesta quarta-feira meios de comunicação italianos.

O parlamentar Darío Ramírez, que se exilou no Panamá, fazia parte de uma delegação de 80 deputados e senadores católicos que participaram de uma reunião no Vaticano.

Durante a tradicional saudações do papa na imponente Sala Clementina, dentro do palácio apostólico, o jovem deputado e sua namorada conversaram por alguns minutos com o pontífice e, de repente, ele se ajoelhou para pedir a mão de sua companheira, surpreendendo todos os presentes.

"Expliquei ao santo padre que a mulher que estava junto a mim era a mulher da minha vida. Que a conheci em uma igreja, que Deus a colocou em minha vida e que queria pedi-la em casamento. Assim, ajoelhei no chão e a pedi", contou Ramírez à imprensa.

Segundo um vídeo publicado no site do jornal italiano Il Fatto Quotidiano, o original pedido de casamento foi acompanhado por aplausos e gritos dos presentes.

O pontífice abençoou o casal, enquanto via-se que inicialmente o gesto incomodou os encarregados do estrito protocolo do Vaticano, que depois também acabaram sorrindo.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP