Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O novo presidente da Guatemala, Alejandro Maldonado Aguirre, na Cidade da Guatemala, no dia 3 de setembro de 2015

(afp_tickers)

O juiz aposentado e vice-presidente Alejandro Maldonado prestou juramento nesta quinta-feira como presidente da Guatemala em substituição a Otto Pérez, que renunciou ao cargo devido a acusações de liderar uma rede de fraude fiscal.

Maldonado, de 79 anos, um magistrado conservador da Corte de Constitucionalidade, prestou juramento em missão especial do Congresso que horas antes aceitou a renúncia de Pérez.

O novo presidente recebeu a faixa presidencial das mãos do deputado opositor Luis Rabbé, presidente do Congresso, que também pendurou um rosário em seu pescoço.

"Nosso povo foi protagonista de grandes momentos de mudança e comoção das instituições, mobilizado por seu desgosto com esquemas viciados. O processo de deterioração foi prolongado", comentou o chefe de Estado interino, que deve passar o poder em 14 de janeiro a quem for eleito em 6 de setembro.

Maldonado assumiu a vice-presidência em maio no lugar de Roxana Baldetti, que renunciou ao aparecer envolvida em uma rede de fraude alfandegária, que também levou o ex-presidente Pérez a se demitir.

A revelação da existência desta rede de corrupção provocou mobilizações populares maciças pedindo a saída de Pérez, que renunciou na noite de quarta-feira.

"O novo governo deve surgir da necessidade de inspirar confiança cidadã, abrindo lugares para o serviço público a pessoas maduras e experientes, assim como para jovens profissionais e ativistas sociais", acrescentou Maldonado sobre as eleições.

AFP