Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

A polícia sul-africana prendeu uma mulher que transportava 20 quilos de chifres de rinoceronte no aeroporto de Johannesburgo

(afp_tickers)

A polícia sul-africana prendeu uma mulher que transportava 20 quilos de chifres de rinoceronte no aeroporto de Johannesburgo, anunciou um porta-voz da instituição nesta quarta-feira.

As autoridades encontraram 11 peças de chifres de rinoceronte na bagagem da passageira, que fazia uma escala no aeroporto internacional da maior metrópole da África do Sul.

A mulher, de 24 anos, vinha de Lusaka, na Zâmbia, e se dirigia a Hong Kong.

A jovem, que foi acusada de violar leis que protegem espécies ameaçadas de extinção, foi presa na terça-feira, acrescentou a polícia em um comunicado, sem informar sua nacionalidade.

Os chifres de rinocerontes, cujo comércio internacional é proibido desde 1977, têm uma alta demanda na Ásia, especialmente na China e no Vietnã, onde se acredita que possuem propriedades terapêuticas.

No primeiro semestre deste ano, 529 rinocerontes foram assassinados na África do Sul, país que abriga 80% da população mundial dessa espécie.

AFP