Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

German car maker Volkswagen was hit with additional environmental penalties in California in the latest chapter in the 'dieselgate' scandal

(afp_tickers)

A Volkswagen terá que pagar mais 154 milhões de dólares ao estado da Califórnia em um acordo ambiental, após um escândalo revelar o uso de softwares para manipular as emissões de gases poluentes de carros a diesel, anunciaram as agências reguladoras nesta quinta-feira.

O valor se soma aos 533 milhões de dólares que a empresa já pagou à Califórnia pelo caso do "dieselgate", em que a fabricante instalou softwares para que os veículos a diesel passassem em testes de emissão de óxido de nitrogênio.

"Esse pagamento ao estado da Califórnia encerra outro capítulo do caso 'dieselgate' contra a Volkswagen, mas não é o fim da história", disse Mary Nichols, diretora da California Air Resources Board (CARB).

"Ainda tem consumidores esperando para saber sobre o futuro dos carros dele. A CARB está trabalhando com o governo para determinar se esses veículos podem ser modificados".

A penalidade adicional vai cobrir as violações à qualidade do ar e os custos do inquérito na Califórnia, segundo a CARB.

Em 2015, a Volks admitiu ter equipado 11 milhões de carros com os softwares de manipulação, inclusive 600 mil carros nos Estados Unidos.

A empresa de declarou culpada das acusações criminais e aceitou cooperar com as investigações e pagar pelo recall dos veículos afetados pela tecnologia. Ela ainda enfrenta uma série de desafios legais na Alemanha e ao redor do mundo.

AFP