Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) O vulcão Ubinas, visto de Arequipa, no Peru, no dia 3 de abril de 2014

(afp_tickers)

Dois distritos no sul do Peru foram declarados em estado de emergência, antecipando novas explosões com emissão de gases do vulcão Ubinas, o mais ativo do país, o que pode levar à evacuação das cidades vizinhas - anunciou nesta terça-feira o governo regional de Moquegua.

"A declaração de emergência dos distritos de Ubinas e Matalaque será enviada à presidência do Conselho de Ministros em Lima, a fim de iniciar as medidas necessárias para ajudar a população ante possíveis ações de evacuação", afirmou a jornalistas o governador de Moquegua, Jaime Rodríguez.

A decisão foi tomada devido às chuvas de cinzas e gases tóxicos liberados pelas explosões do vulcão, a última delas há duas semanas, que já causaram danos à população dos distritos de Matalaque e Ubinas, assim como aos animais e plantações, de acordo com os últimos relatórios do governo.

O Conselho Regional de Moquegua adotou a medida tendo como pano de fundo a súbita erupção do vulcão Calbuco, no Chile, que forçou a evacuação de cerca de 5.000 pessoas e afetou regiões turísticas do sul de país e na Argentina pelo alcance das cinzas.

O vulcão está localizado no departamento de Moquegua, a 1.250 quilômetros ao sul de Lima e 5.672 metros de altitude.

O Ubinas registra desde o início de abril explosões e emissões de cinzas após quatro meses de calma.

AFP