Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Imagem de arquivo da localidade guatemalteca de Chimaltenango, evacuada após a erupção do Vulcão de Fogo em 2012

(afp_tickers)

O Vulcão de Fogo, próximo à capital da Guatemala, registrou 33 explosões entre domingo e segunda-feira que levantaram colunas de cinza que caíram sobre aldeias, informaram as autoridades.

O vulcão de 3.763 metros, localizado 35 km a sudoeste da capital, lançou colunas de cinza que alcançam os quase 1.000 metros sobre a cratera, disse a jornalistas o porta-voz da Coordenadoria para Redução de Desastres (Conred), David de León.

O porta-voz da Conred, a cargo da Defesa Civil, explicou que as explosões são acompanhadas de estrondos que podem gerar ondas que fazem vibrar os tetos e as janelas das casas próximas ao vulcão.

Autoridades dos departamentos de Chimaltenango, Escuintla e Sacatepéquez, onde fica o vulcão, vigiam a atividade porque "poderia desenvolver uma nova fase forte de erupção", segundo De León.

O Vulcão de Fogo provocou em setembro de 2012 a última emergência por erupção na Guatemala, com a evacuação de 10.000 habitantes da região.

Na Guatemala também estão ativos os vulcões Santiaguito (oeste) e Pacaya (sul), o último a 20 km da capital.

AFP