Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Bolsa de Nova York, em 28 de setembro de 2017

(afp_tickers)

Wall Street fechou a terça-feira com recordes nos seus índices pelo segundo dia seguido. As ações de companhias aéreas e de fabricantes automobilísticas foram as mais bem-sucedidas na sessão.

O índice industrial Dow Jones teve alta de 0,37%, a 22.641,67 unidades, o tecnológico Nasdaq subiu 0,23%, a 6.531,71, e o S&P 500 avançou 0,22%, a 2.534,58 unidades.

As montadoras se valorizaram após os resultados de vendas em setembro - elevados pelo impacto dos furacões no sul dos Estados Unidos.

A General Motors teve alta de 3,1%, e a Ford, de 2,1%. As duas empresas anunciaram aumento de vendas significativo no mês passado.

As companhias aéreas também tiveram bom desempenho. A Delta Air Lines projetou uma alta de 2% em sua margem de lucros no terceiro trimestre. Analistas disseram que essa projeção afastou as preocupações com voos cancelados pelos furacões.

Delta, American Airlines e United Continental subiram cerca de 6%.

A bolsa de Nova York está eufórica desde que, na semana passada, o presidente Donald Trump e seu partido Republicano apresentaram ao Congresso uma proposta de reforma fiscal benéfica para as empresas.

O mercado de títulos ficou estável. O rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos caía a 2,323%, contra 2,340% da véspera, e o dos bônus a 30 anos era de 2,862%, ante 2,873%.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP