AFP

Placa de Wall Street próximo a bandeiras americanas

(afp_tickers)

Wall Street fechou em alta nesta terça-feira, com o Nasdaq pela primeira vez acima dos 6.000 pontos, um dia antes do anúncio de um esperado corte de impostos.

O índice industrial Dow Jones avançou 1,12%, a 20.996,12 unidades, o Nasdaq subiu 0,70%, a 6.025,49 unidades. O S&P 500 teve alta de 0,61%, a 2.388,61 unidades e ficou a um passo de um fechamento recorde.

O ânimo altista começou depois que Emmanuel Macron, pró-Europa e amigo dos mercados, se tornou o favorito para ganhar o segundo turno das eleições francesas no dia 7 de maio contra a eurocética Marine Le Pen.

Analistas acreditam que os investidores também ficaram animados com o anúncio de que nesta quarta-feira o presidente Donald Trump divulgará o tão esperado corte de impostos para as empresas.

No mercado de títulos, às 20H20 GMT (17H20 horário de Brasília) o rendimento dos bônus do Tesouro a 30 anos avançou para 2,988%, de 2,928% na véspera.

AFP

 AFP