Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Wall Street, perto do prédio da Bolsa de Nova York, em 9 de novembro de 2016

(afp_tickers)

Wall Street fechou nesta segunda-feira com recorde do Dow Jones e do S&P 500, à espera das decisões de política monetária do Federal Reserve (Fed, o Banco Central americano).

O índice industrial Dow Jones teve alta de 0,28%, a inéditas 22.331,35 unidades, o tecnológico Nasdaq subiu 0,10%, a 6.454,64 unidades, e o S&P 500 avançou 0,15%, para marcar a pontuação recorde de 2.503,87 unidades.

Como na semana passada, a sessão foi marcada pela rotatividade de investimentos entre setores, avaliou Art Hogan da Wunderlich Securities.

No S&P 500, os valores financeiros agrupados tiveram alta de 1,02%.

Jack Ablin, do BMO Private Bank, observou que houve uma combinação de fatores incomum: o dólar ganhou força, os rendimentos dos bônus subiram e os índices das ações avançaram.

"Isso mostra que os investidores estão confiantes no crescimento dos Estados Unidos", afirmou.

Além disso, o mercado acredita que na reunião desta semana o Fed não deve alterar as taxas de juros devido à inflação permanentemente fraca. Os juros baixos estimulam o investimento em ações.

O mercado de títulos recuou, o que mostra o pouco interesse do mercado. O rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos subiu a 2,231%, contra 2,202% de sexta-feira, e o dos bônus a 30 anos avançou a 2,802%, contra 2,770% do fechamento anterior.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP