Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Operadores da bolsa de valores de Nova York, em 1º de julho de 2014.

(afp_tickers)

A bolsa de Nova York fechou em alta nesta segunda-feira, animada pela expectativa de redução das tensões na Ucrânia e no Iraque: o Dow Jones avançou 1,06% e o Nasdaq, 0,97%.

O Dow Jones subiu 175,83 pontos, a 16.838,74 unidades e o tecnológico Nasdaq, 43,39 pontos, a 4.508,31 unidades, nível mais alto desde março de 2000. O índice ampliado S&P 500 avançou 0,85% ou 16,68 pontos, a 1.971,74 unidades.

"Se tivéssemos que resumir em uma palavra a razão para este avanço, seria 'distensão'", apontou Art Hogan, da Wunderlich Securities.

"A situação parece se acalmar em dois dos principais pontos de conflitos no mundo: na Ucrânia, onde a tensão foi reduzida em comparação a sexta-feira, e no Iraque", explicou.

Um indicador sobre o mercado imobiliário nos EUA também deu alento aos investidores, indicando que a confiança do setor de construção de imóveis se encontra em seu maior nível desde janeiro.

No mercado de títulos, o rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos subiu 2,387% em comparação aos 2,345% de sexta-feira à noite, enquanto o rendimento dos bônus a 30 anos fechou em 3,194%, contra 3,135%.

AFP