Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Placa de Wall Street próximo a bandeiras americanas

(afp_tickers)

As ações dos Estados Unidos bateram mais um dia de recordes nesta segunda-feira em Nova York com o começo do debate no Congresso americano sobre a reforma tributária. Os preços do petróleo também aumentaram com a agitação política na Arábia Saudita.

O índice Dow Jones Industrial Average subiu 0,04% e fechou a 23.549,10 unidades. O índice ampliado S&P 500 subiu 0,1%, a 2.591,13 unidades. O tecnológico Nasdaq avançou 0,3%, a 6.786,44 unidades.

"As grandes notícias de hoje vieram da energia e das tecnológicas", disse à AFP Karl Haeling da firma LBBW.

As ações da Broadcom subiram 1,4 dólar quando propôs adquirir sua rival na fabricação de chips Qualcomm em 130 bilhões de dólares. A Qualqcom, por sua vez, subiu 1,2%.

As ações das petroleiras se beneficiaram do aumento dos preços. Shell e BP tiveram alta de mais de 2%, a Chevron de 1,8%, a ConocoPhillips de 1,3% e a Exxon Mobil de 0,7%

No Congresso, os republicanos começaram a discutir o projeto de reforma fiscal com os cortes de impostos às empresas que tanto entusiasmam o mercado.

No mercado de títulos, o rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos caiu para 2.317% contra 2,330% de sexta-feiram enquanto que o dos bônus a 30 anos recuou para 2,800%, de 2,814% na última sessão.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP