Navigation

Wall Street fecha em baixa: Dow Jones -0,13%, Nasdaq -0,02%

O Dow Jones subiu 0,29%, a 16.867,51 pontos, e o Nasdaq 0,68%, a 4.379,76 unidades. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 26. junho 2014 - 15:22
(AFP)

Wall Street fechou em ligeira baixa nesta quinta-feira, em um mercado apreensivo com as especulações sobre a política monetária nos EUA e dados que refletem a falta de ânimo dos consumidores: o Dow Jones recuou 0,13% e o Nasdaq 0,02%.

O Dow Jones Industrial Average perdeu 21,38 pontos, a 16.846,13 unidades, e o tecnológico Nasdaq, 0,71 pontos, a 4.379,05.

O S&P 500 cedeu 0,12% ou 2,31 pontos, a 1.957,22 unidades.

Os índices caíram após as declarações de James Bullard, do Fed, que disse à TV Fox Business que a entidade está "mais perto de seus objetivos (em termos de inflação e emprego) do que muitos pensam".

Embora Bullard não seja membro do Comitê de Política Monetária do Fed (FOMC, que decide sobre as taxas de juros nos EUA) neste ano, "suas declarações não são inocentes", destacou Gregori Volokhine de Meeschaert Financial Services.

"O Fed tenta fazer com que o mercado não siga tão otimista (com tendência à alta), enviando a mensagem de que haverá um aumento das taxas em algum momento", explicou.

A política monetária atual, de taxas baixas e grandes injeções de liquidez no mercado, impulsionou os índices das bolsas nos últimos anos.

Os investidores, contudo, observam com mais cuidado essas declarações diante do aumento da inflação em maio nos EUA em relação a abril, a 1,8% em comparação com o mesmo mês de 2013.

Além disso, os gastos dos consumidores americanos aumentaram apenas 0,2% em maio, apesar do incremento de 0,4% na renda.

No mercado de títulos, o rendimento dos bônus do Tesouro a dez anos caíram para 2,525%, contra 2,559% na quarta-feira à noite, enquanto o rendimento dos bônus do Tesouro a 30 anos caiu para 3,344%, contra 3,381%.

jum/sl/mr/cd/cc/dm

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.