Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Placa de Wall Street próximo a bandeiras americanas

(afp_tickers)

Wall Street fechou em baixa nesta terça-feira, afetada pelo aumento das tensões entre Coreia do Norte e Estados Unidos e as incertezas sobre as reformas econômicas americanas.

O índice industrial Dow Jones caiu 1,07%, a 21.753,31 unidades. O tecnológico Nasdaq recuou 0,93%, a 6.375,57 unidades. E o S&P 500 teve baixa de 0,76%, a 2.457,85 unidades.

"Os investidores levaram em conta a geopolítica e os riscos potenciais relacionados à Coreia do Norte", disse Bill Lynch, da Hinsdale Associates.

Os Estados Unidos pediram para a ONU aplicar as maiores sanções possíveis contra a Coreia do Norte, após o país realizar seu sexto teste nuclear. A Rússia, por sua vez, mostrou sua hesitação.

"Há um temor real de que as tensões com a Coreia do Norte persistam de forma permanente no ânimo dos investidores, e isso tende a deslocar ativos e valores considerados mais seguros", comentou Art Hogan, da Wunderlich Securities.

Ainda se soma à tensão a decepção com a incapacidade do governo de Donald Trump de aplicar sua política econômica e conquistar acordos com o Congresso.

Os legisladores voltaram do recesso e em breve vão precisar chegar a um acordo sobre o novo orçamento e teto da dívida do governo federal.

O mercado de títulos tinha alta significativa. Até as 20H20 GMT (17H20 em Brasília), o rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos caía a 2,069%, contra 2,139% de sexta-feira, já que a segunda-feira foi feriado nos Estados Unidos. O rendimento dos bônus a 30 anos recuava a 2,688%, ante 2,750% do fechamento anterior.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP