Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Placa de Wall Street próximo a bandeiras americanas

(afp_tickers)

Wall Street fechou em baixa nesta sexta-feira, após uma sessão marcada por turbulências políticas em Washington e resultados opacos de empresas.

O índice industrial Dow Jones recuou 0,35%, a 21.674,51 unidades, o tecnológico Nasdaq cedeu 0,09%, a 6.216,53 unidades, e o S&P 500 teve queda de 0,18%, a 6.216,53 unidades.

Os três índices oscilaram entre altas e baixas durante toda a sessão.

"Não tinha muita gente na bolsa, e isso se traduz em uma volatilidade mais acentuada", disse Maris Ogg, da Tower Bridge Advisors.

Na falta de informações econômicas relevantes, o mercado focou nos resultados contrastados de diversas empresas, o que gerou alguma inquietação, explicou Ogg.

Quando a Casa Branca anunciou a saída do controverso Steve Bannon do cargo de conselheiro do presidente Donald Trump, a bolsa de Nova York celebrou a notícias.

Bannon, considerado defensor do "nacionalismo econômico", era visto como em rival do chefe da assessoria econômica da Casa Branca, Gary Cohn, ex-presidente do banco Goldman Sachs.

A saída de Bannon foi interpretada pelos mercados como uma tentativa de estabilizar a administração de Trump, quando ela enfrenta dificuldades políticas em várias frentes.

O mercado de títulos baixava às 20H15 GMT (17H15 em Brasília): o rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos era de 2,193%, contra 2,185% de quinta-feira, e o dos bônus a 30 anos subia a 2,778%, ante 2,774% da véspera.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP