Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Corretores trabalhando na Bolsa de Nova York em 18 de julho de 2017

(afp_tickers)

Wall Street fechou com os principais índices em direções opostas nesta sexta-feira. O mercado está apreensivo com a chegada do furacão Irma aos Estados Unidos neste fim de semana.

O índice industrial Dow Jones avançou apenas 0,06%, a 21.797,79 unidades, o tecnológico Nasdaq caiu 0,59%, a 6.360,19, e o S&P 500 teve queda de 0,15%, a 2.461,43 unidades.

No acumulado da semana, o Dow caiu 0,86%, o Nasdaq, 1,17%, e o S%P 500, 0,61%.

As estradas do estado da Flórida estavam cheias de veículos de famílias fugindo do furacão Irma, que provocou mortes e destruição em sua passagem pelo Caribe.

"Com o Irma ameaçando destruir a Flórida, há muita incerteza a curto prazo", disse Jack Ablin, chefe de investimentos do BMO Private Bank.

Fenômenos como Irma e a tempestade Harvey, que castigou a costa sul dos Estados Unidos no fim do mês passado, têm consequências econômicas negativas de imediato, mas há uma recuperação econômica em seguida, quando começa a reconstrução.

Ablin advertiu, inclusive, que os fenômenos climáticos podem fazer o Federal Reserve (Fed, o Banco Central americano) aumentar as taxas de juros na reunião deste mês.

O rendimento dos bônus do Tesouro mostraram uma melhora. Até as 20H20 GMT (17H20 em Brasília), o rendimento dos bônus a 10 anos subia a 2,057%, contra 2,039% de quinta-feira, e o do bônus a 30 anos era de 2,672%, ante 2,657% da sessão anterior.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP