Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Operadores da Bolsa de Nova York

(afp_tickers)

A Bolsa de Nova York fechou em queda nesta terça-feira, cautelosa com um aumento da tensão na Ucrânia e com as novas especulações sobre a política monetária do Federal Reserve (Fed): o Dow Jones recuou 0,84% e o Nasdaq 0,71%.

Segundo os resultados definitivos de fechamento, o Dow Jones caiu 139,81 pontos, a 16.429,47 unidades, e o tecnológico Nasdaq, 31,05 pontos, a 4.352,83 unidades. O índice ampliado S&P 500 caiu 0,97% ou 18,78 pontos, a 1.920,21 unidades.

"Em queda desde o início da sessão, os índices registraram perdas maiores após o comentário do ministro das Relações Exteriores polonês sobre a possibilidade de uma invasão russa à Ucrânia", disse Michael James, da Wedbush Securities.

Os combates entre as forças ucranianas e os separatistas pró-russos se intensificaram nesta terça-feira nas proximidades de Donetsk, principal reduto dos insurgentes.

Uma posição mais agressiva por parte de Moscou "poderá mudar a situação", acredita Mace Blicksilver, da Marblehead Asset Management.

Outro fator com que se depara os investidores é a taxa de juros do Fed, atualmente próxima de zero e que o banco central americano pretende elevar com o objetivo de fomentar o crédito.

Enquanto isso, "o mercado se mantém em alerta", comentou Mace Blicksilver, "em um momento em que vários grandes nomes do mercado pedem uma correção (da taxa) e que os volumes de negócios continuam limitados. Os operadores não tomarão decisões importantes sabendo que será difícil revertê-las caso se equivoquem".

O mercado de títulos operou em alta. O rendimento dos títulos do Tesouro a 10 anos caiu a 2,483% contra 2,491% na segunda-feira. O rendimento dos títulos a 30 anos ficou em 3,279% contra 3,295%. O rendimento dos títulos valoriza-se no sentido oposto aos preços.

AFP