Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Placa de Wall Street próximo a bandeiras americanas

(afp_tickers)

Wall Street fechou esta terça-feira (31) em alta, com o Nasdaq em recorde enquanto o Dow Jones e o S&P fecharam seu sétimo mês consecutivo em alta.

O índice industrial Dow Jones teve alta de 0,12%, a 23.377,24 unidades, e o S&P 500 avançou 0,09%, a 2.575,26 pontos. O tecnológico Nasdaq subiu 0,43%, a 6.727,67 unidades, alcançando um novo recorde.

Peter Cardillo, analista da First Standard Financial disse que as bases da economia dos Estados Unidos estão bem e os resultados trimestrais das empresas são "excepcionais".

"Não há motivo algum para deixar o mercado de ações", disse.

Desde 28 de setembro, o S&P fechou em recorde em 12 das 21 sessões, segundo Mike Gibbs, da Raymond James.

Além dos resultados das companhias, nesta terça, foi divulgado que a confiança dos consumidores está em seu nível mais alto desde 2000.

Além disso, o mercado espera que nesta quarta-feira comecem a ser revelados detalhes da reforma fiscal do presidente Donald Trump, que prevê cortes nos impostos às empresas.

O mercado de títulos fechou sem direção clara. O rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos subiu a 2,376%, contra 2,363% de segunda-feira, e o dos bônus a 30 anos caiu a 2,872%, ante 2,878% da véspera.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP