AFP

Placa de Wall Street próximo a bandeiras americanas

(afp_tickers)

Wall Street subiu nesta segunda-feira e o Nasdaq alcançou um novo recorde acompanhando as altas dos mercados mundiais pela passagem do centrista Emmanuel Macron ao segundo turno das eleições presidenciais da França

O índice tecnológico Nasdaq subiu 1,24%, a inéditas 5.983,82 unidades, enquanto o Dow Jones avançou 1,05%, a 20.763,89 unidades e o S&P 500 teve alta de 1,08%, a 2.374,15 unidades.

Os mercados mundiais tiveram um dia de lucro depois que Macron avançou no segundo turno e como favorito para vencer a antieuropeia Marine Le Pen.

"Os mercados acolheram muito positivamente o resultado do primeiro turno e a tensão que havia (entre os investidores) foi moderada", disse David Levy, da Republic Wealth Advisors.

"A alta geral dos mercados despertou o apetite pelo risco", afirmou.

Como aconteceu na Europa, os bancos lideraram os ganhos, com altas de aproximadamente 3% para o Bank of America, o Goldman Sachs e o JPMorgan.

As tecnológicas também brilharam em Wall Street. A Alphabet, da Google, e a Expedia subiram mais de 1%.

Às 21H35 GMT o rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos subiu 2,273% contra 2,245% de sexta-feira enquanto que o dos bônus a 30 anos avançou para 2,928% de 2,903% da sessão passada.

AFP

 AFP