AFP

Placa de Wall Street próximo a bandeiras americanas

(afp_tickers)

Wall Street fechou mais uma vez com recordes nesta sexta-feira após o relatório sobre o mercado de trabalho dos Estados Unidos.

Os três principais índices avançaram pelo segundo dia consecutivo. O índice industrial Dow Jones subiu 0,29%, a 21.206,29 unidades, segundo os dados definitivos.

O tecnológico Nasdaq subiu 0,94%, a 6.305,80 unidades, e o S&P 500 avançou 0,37%, a 2.439,07.

O relatório de maio sobre o mercado de trabalho mostrou que o desemprego nos Estados Unidos caiu a 4,3%; sua menor taxa em 16 anos. No entanto, a economia gerou 138.000 empregos no mês passado e essa cifra foi menor do que a esperada.

O crescimento dos salários também foi anêmico: apenas 0,2%.

Os analistas esperam que na reunião de política monetária que acontecerá em duas semanas, o Federal Reserve (Fed) aumente a taxa de juros, embora o relatório tenha reduzido essa possibilidade.

"O mercado está começando a repensar o caminho que o Fed tomará e se ainda haverá dois aumentos dos juros antes do final do ano", disse Gregori Volokhine, presidente da Meeschaert Capital Markets. "O relatório não ruim, mas também não foi muito bom", acrescentou.

No mercado de títulos houve um forte avanço. Às 20H20 GMT o rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos caiu para 2,154%, de 2,214% na quinta-feira, enquanto o dos bônus a 30 anos recuou para 2,804%, de 2,867% na sessão anterior.

AFP

 AFP