Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O aplicativo de mensagens WhatsApp anunciou na quinta-feira que modificou sua política de confidencialidade para compartilhar os dados dos seus usuários com sua matriz, o Facebook, o que vai permitir um melhor direcionamento das mensagens publicitárias da rede social

(afp_tickers)

O aplicativo de mensagens WhatsApp anunciou na quinta-feira que modificou sua política de confidencialidade para compartilhar os dados dos seus usuários com sua matriz, o Facebook, o que vai permitir um melhor direcionamento das mensagens publicitárias da rede social.

O WhatsApp afirmou que testará esse compartilhamento nos próximos meses. "Ao conectar o número do seu telefone com o sistema do Facebook, o Facebook poderá fazer melhores sugestões de amigos e te mostrar anúncios mais relevantes", disse o serviço de mensagens em um comunicado.

"Você poderá, por exemplo, ver uma publicidade de uma empresa com a que você já trabalha, em vez de uma da qual você nunca ouviu falar", acrescentou.

Com esta estratégia, o Facebook procura rentabilizar o serviço de mensagens gratuito, que conta com um bilhão de usuários, que adquiriu por US$ 16 bilhões em 2014.

O anúncio chega quatro meses depois de que o WhatsApp implementou seu sistema de criptografia de ponta a ponta, que codifica as mensagens durante o envio para proteger a privacidade dos usuários.

"Mesmo que nós coordenemos mais com o Facebook nos próximos meses, as suas mensagens criptografadas permanecerão privadas e ninguém poderá lê-las. Nem o WhatsApp, nem o Facebook, nem qualquer pessoa", informou a empresa.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP