Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O ator americano Will Smith, em Beverly Hills, no dia 10 de janeiro de 2016

(afp_tickers)

O ator Will Smith e o diretor David Ayer defenderam a Netflix, que foi criticada por lançar suas produções de forma simultânea por streaming e nos cinemas durante a Comic-Con de San Diego, Califórnia.

Durante a apresentação do filme "Bright", produzida pela plataforma online, Smith disse que "é interessante estar à frente de uma nova forma de consumo em termos de entretenimento ". "Estou muito curioso de ver aonde isso vai nos levar".

No filme, Smith interpreta um policial em um mundo sobrenatural, onde convivem seres humanos e orks, duendes e fadas.

David Ayer, que dirige "Bright", também elogiou a plataforma de vídeos online por dar todas as ferramentas e recursos para realizar este filme.

O lançamento de "Bright" está previsto para dezembro. Ao mesmo tempo em que estará nos cinemas, será disponibilizado pela Netflix, que, ao contrário da Amazon, não espera 90 dias depois da estreia nos cinemas para permitir que suas produções sejam vistas por streaming.

O diretor Christopher Nolan ("The Dark Knight", "Dunkirk") disse esta semana, durante entrevista ao IndieWire, que nunca trabalharia com a Netflix devido a sua recusa de apoiar que os filmes sejam visto no cinema.

AFP