Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Os grupos norte-americanos de tecnologia Yahoo! e Microsoft anunciaram nesta quinta-feira que renovaram sua parceria de busca na internet, mas incorporando modificações que a tornam menos exclusiva

(afp_tickers)

Os grupos norte-americanos de tecnologia Yahoo! e Microsoft anunciaram nesta quinta-feira que renovaram sua parceria de busca na internet, mas incorporando modificações que a tornam menos exclusiva.

A parceria foi fechada em 2009 e entrou em vigor no ano seguinte. A duração prevista era de dez anos, mas o Yahoo! tinha a possibilidade de sair no meio do período, caso certas condições não fossem cumpridas no que diz respeito às receitas. A diretora-gerente do Yahoo!, Marissa Mayer, chegou a insinuar várias vezes que não estava satisfeita.

Ao contrário do acordo de 2009, que previa que a Microsoft forneceria a tecnologia para buscas em todos os sites de ambos os grupos, a nova versão incorpora a flexibilidade" para o Yahoo!, segundo um comunicado divulgado nesta quinta-feira.

A parceria de fato "não será exclusiva para computadores desktop e dispositivos móveis". o Yahoo! está comprometido apenas em "continuar a oferecer anúncios e resultados de pesquisa do Bing [ndr: motor de busca da Microsoft que concorre com o Google Search] para a maior parte do tráfego de busca nos computadores de escritório".

A outra mudança tem a ver com os anúncios, sobre os quais o acordo de 2009 estipulava que o Yahoo! iria fornecer a força de vendas de espaços relacionados à busca nos sites de ambos os grupos.

A partir do meio do ano, a Microsoft vai assumir sozinha o trabalho de vendas de publicidade oferecido em sua própria plataforma, Bing Ads, a e Yahoo! fará o mesmo com o seu, Gemini.

AFP