Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

agricultura inteligente Lobby empresarial quer setor agrícola mais simplificado

A principal federação empresarial suíça divulgou suas recomendações para as reformas sensíveis do governo no setor agrícola. Grupos de agricultores reagiram com cautela e aprovação.

cows and farmers

Os planos preveem subsídios continuados do governo para garantir o bem-estar dos animais

(© KEYSTONE / Gian Ehrenzeller)

A economiesuisse deu sua avaliação dos planos de reforma agrícola do governo em 2022, uma avaliação que se concentrou principalmente na simplificação e descentralização das medidas agrícolas.

Concretamente, os autores do relatório sugerem uma simplificação do sistema de subsídios agrícolas - reduzindo-os a quatro categorias principais - para reduzir a burocracia e incentivar a inovação empresarial.

O grupo também sugere dar mais poder aos cantões para supervisionar todas as medidas ambientais e rurais que tenham impacto regional. O governo federal deveria cuidar apenas de políticas que se aplicam uniformemente em todo o país, disseram.

Quanto à abertura gradual à concorrência estrangeira do setor agrícola suíço, um elemento-chave (e controverso) dos planos do governo, a economiesuisse não apresentou uma opinião concreta.

No entanto, disse, as medidas internas sugeridas pelo grupo, que deixa mais espaço empresarial para os agricultores locais, seriam eficazes mesmo sob condições de concorrência externa, algo que os agricultores suíços devem estar preparados.

Agricultores circunspectos

O Sindicato dos Agricultores Suíços disse que o relatório levantou as questões certas, mas que não estava totalmente de acordo com todas as recomendações, especialmente a ideia de eliminar subsídios de longa data que protegem produtores de queijos suíços da competição europeia.

Embora interessante, “nós não concordamos com uma grande parte das medidas propostas, e precisamos prosseguir com uma análise dos detalhes”, afirmou o sindicato dos agricultores.

O relatório ocorre apenas um mês depois de números polêmicos publicados pelo grupo de pesquisa liberal Avenir Suisse, que afirmou que o setor agrícola custa ao Tesouro suíço cerca de 20 milhões de francos suíços (US$ 20,25 milhões) por ano.

Suas estatísticas, assim como sua recomendação para reduzir os gastos em CHF14,4 milhões a cada ano, encontraram uma reação dura dos grupos agrícolas.

Em setembro, foram realizadas duas votações nacionais sobre o futuro da agricultura suíça, uma delas tinha como objetivo impulsionar a fortuna das pequenas fazendas, a outra focada em garantir padrões éticos em todos os alimentos importados. Ambas foram rejeitadas.


swissinfo.ch/fh

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.