Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Alcan e Algroup mantêm projeto de fusão

O grupo suíço Algroup e o canadense Alcan, produtores de alumínio, mantêm seu projeto de fusão, embora o grupo francês Pechiney tenha desistido do negócio. Juntos, os três seriam n°2 mundial mas as exigências da Comissão Européia eram muito altas.

O projeto de fusão entre o grupo suíço Algroup e o grupo francês Alcan será mantido, como previsto. A informação foi confirmada na quinta-feira, 13/4, pelos dois grupos produtores de alumínio, embora o grupo francês Pechiney tenha saído do negócio.

A fusão da Alcan com a Pechiney seria a segunda etapa do projeto que criaria o n° 2 mundial do alumínio, depois dos grupos americanos Reynolds e Alcoa, também em fase de fusão.

Segundo o projeto inicial, a Alcan teria 44 p/cento do capital, a Pechiney 29 p/cento e a Algroup 27 p/cento. O novo grupo teria faturamento de 22 bilhões de dólares. No entanto, temendo uma posição dominante no mercado, a Comissão de concorrência da União Européia exigiu a venda de certos setores, principalmente de produtos laminados. Isso tornaria quase impossível atender parte da clientela, segundo o grupo suíço Algroup. Daí a decisão de abondonar a fusão a três, com a Pechiney saindo do negócio.

Como a fusão Algroup-Alcan já teve apreciação favorável da UE, o projeto bipartire continua. A Alcan vai fazer uma oferta pública de troca 67 p/cento das ações da Algroup.

swissinfo com agências.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.