Navigation

Ano recorde para o comércio exterior suíço

A balança comercial teve um excedente de quase 12 bilhões de francos em 2006. Keystone

As exportações e as importações tiveram um crescimento de dois dígitos em 2006. Com esse dinamismo, o comércio exterior suíço bateu um novo recorde histórico.

Este conteúdo foi publicado em 05. fevereiro 2007 - 09:07

A progressão foi maior das exportações (13%), melhor resultado dos últimos 30 anos.

"Ano de todos os superlativos". Foi assim que a Administração Federal das Alfândegas (AFD) qualificou os resultados de 2006 na apresentação, quinta-feira, dos dados do comércio exterior da Suíça.

A balança comercial teve um excedente histórico de 11,7 bilhões de francos suíços. O resultado ultrapassa de quase 50% ao obtido em 2005. O setor que mais contribuiu para esse excedente colossal foi o químico-famacêutico.

Tanto as exportações como as exportações tiveram um crescimento superior a 10%.

Crescimento em todos os setores

As exportações aumentaram de 12,9% em termos nominais e de 9,1% em termos reais em relação a 2005, para totalizarem 177,2 bilhões de francos suíços. A tendência positiva, iniciada em meados de 2003, se manteve mas foi mais acentuada no último trimestre do ano passado. Dezembro registrou o maior crescimento do ano.

Todos os setores exportadores aproveitaram da excelente conjuntura de 2006. Dois terços das indústrias registram crescimento entre 10 e 20%.

Com +20%, a indústria alimentar, bebidas e tabaco lideraram, puxadas pelas bebidas. A metalurgia e a indústria química cresceram um pouco mais de 14%, ultrapassando bastante o desempenho do ano anterior.

Principal setor exportador suíço, a indústria química deve sua performance à farmacêutica que faturou 6,3 bilhões de francos a mais do que em 2005.

As vendas no estrangeiro cresceram 9,8% nos instrumentos de precisão, nas matérias plásticas, relojoaria e indústria de máquinas e eletrônica. Neste último, que também é importante nas exportações suíças, as máquinas para a indústria e papel e artes gráficas se destacaram, com quase 20%.

Progressão em todos os mercados

Quanto à distribuição geográfica, as exportações suíças cresceram em todos os mercados, geralmente de mais de 10%. As maiores taxas foi com os países emergentes ou em transição, com média de quase 30%. Na União Européia, principal mercado para a Suíça, a progressão foi de 11,3%.

Para a Rússia, Ucrânia, Romênia e Índia, as exportações cresceram entre 34,7 e 46,7%. Para o Brasil, principal mercado para os produtos e serviços suíços na América Latina, as exportações cresceram 25,4% e as importações 27,8%. Elas também cresceram bastante para a Coréia do Sul, Emirados Árabes e México.

Para a Alemanha, maior mercado exportador suíço, as vendas aumentaram de quase 15%.

'Efeito petróleol' para as importações

Por sua vez, as importações aumentaram de 11% em valor e de 5,6% em volume, totalizando 165,5 bilhões de francos suíços para o exercício 2006. Os preços na importação subiram de 5,2%, mesmo índice do ano anterior.

A causa principal é o petróleo. As importações do Kazaquistão foram as que mais subiram. Da Rússia e da Nigéria, os preços praticamente dobraram.

Pour leur part, les importations se sont accrues de 11% en valeur et de 5,6% en volume, à 165,5 millions de francs sur l'ensemble de l'année. En hausse de 5,2%, les prix à l'entrée ont grimpé au même rythme que l'année précédente.

swissinfo com agências

Fatos

Comércio exterior, em bilhões de francos (progressão comparada a 2005):
Exportações:
2005: 156,977 (+ 7.3%)
2006: 177,195 (+ 12.9%)
Importações:
2005: 149,094 (+ 8.8%)
2006: 165,540 (+ 11%)

End of insertion

Setores mais dinâmicos

Exportações 2006 dos quatro setores com maior crescimento em relação a 2005, em bilhões de francos:

1. Genêros alimentícios, bebidas e tabaco:
+ 20,5% ; 4,861 mia.

2. Metalurgia:
+ 15,1% ; 13,423 mia.

3. Indústriea química:
+ 14,8% ; 62,969 mia.

4. Instrumentos de precisão:
+ 12,0% ; 12,876 mia.

End of insertion

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?