Navigation

Ao menos 750 pelicanos morrem em grande parque ornitológico senegalês

(Arquivo) Pelicanos fotografados no parque ornitológico de Djoudj, ao norte do Senegal, em 27 de outubro de 2005 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 27. janeiro 2021 - 14:36
(AFP)

Ao menos 750 pelicanos morreram em um grande parque ornitológico do norte do Senegal, um desastre natural cujas causas se desconhecem e que obrigou o fechamento do local, informaram as autoridades.

"Em 23 de janeiro, após uma patrulha, foi comprovada a morte de 750 pelicanos (740 jovens e 10 adultos)", disse o ministério do Meio Ambiente em nota.

Criado em 1971, o parque nacional de aves de Djoudj faz parte do patrimônio mundial da UNESCO e é um dos lugares mais visitados do país.

O parque é composto por zonas úmidas e savanas, com lagos, reservatórios e pântanos. No total, abriga cerca de 400 espécies de pássaros, o que representa um total de três milhões de aves.

O ministério ordenou a realização de autópsias para determinar a causa das mortes dos pelicanos, que a princípio não estão relacionadas com um surto de gripe aviária no oeste do país.

"A gripe aviária só afeta os pássaros que comem grãos. Os pelicanos comem pescado", disse à AFP o diretor dos parques nacionais, Bocar Thiam.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.