Navigation

As legítimas ambições de Lambiel

Stéphane lambiel, "a zebra mágica" en ação. Keystone

Décimo quinto, há 4 anos em Salt Lake City, o patinador artístico suíço, Stéphane Lambiel vai a Turim com ambições legítimas de medalha.

Este conteúdo foi publicado em 08. fevereiro 2006 - 14:41

Campeão do mundo em 2005 e recente vice-campeão europeu, Lambiel, natural do Cantão de Valais, atingiu uma outra dimensão e atualmente figura entre os grandes favoritos. Estatuto que ele sabe muito bem gerir.

Recente vice-campeão da Europa, em Lyon (França), precedido do russo Evgueni Plushenko, o jovem suíço provou mais uma vez que é um dos melhores patinadores do planeta.

Dez meses depois de seu título mundial, conquistado em março de 2005, em Moscou, Stéphane Lambiel confirma, então, claramente que se deve contar com ele nos Jogos Olímpicos de Turim.

Quatro anos depois de seu 15° lugar em Salt Lake City, ele dispõe, efetivamente, de meios de realizar alguma proeza no Piemonte.

"A medalha de prata em Lyon provou que estou no bom caminho, explica Lambiel. Vou a Turim esperando realizar um bom desempenho. Subir ao pódio seria fabuloso".

A "zebra mágica"

É com um traje de "zebra mágica com asas" – que ele mesmo desenhou – e ao som das Quatro Estações, de Vivaldi, que ele tentará convencer os juízes e conseguir a consagração com uma medalha olímpica.

"Não mudarei meu programa em Turim, realça Stéphane. Vou prosseguir meus treinos regularmente, cuidar de pequenos detalhes nos saltos e melhorar minhas piruetas.

Isso é normal para o patinador que aperfeiçoa sua preparação para os Jogos há vários meses. A experiência adquirida com o passar do tempo e das competições importantes vai lhe permitir gerir suas emoções no momento fatídico.

A calma do treinador

Segundo seu treinador, Peter Grüter – com quem ele trabalha desde 1994, apesar de uma pequena interrupção de alguns meses – Stéphane Lambiel vai basear seus últimos preparativos para os Jogos Olmpicos na recuperação.

Ex-patinador de elite (pois defendeu cores suíças nos Jogos de Insbruck), Peter Grütter faz o possível para proteger Lambiel de frequentes solicitações. Exemplo de calma e serenidade, ele sabe melhor do que ninguém o que é bom para seu protegido.

Nos últimos meses foram, de fato, muito difíceis para o jovem. Como todo esportista de elite, ele deve conciliar a prática do esporte com numerosas viagens e diferenças de fusos horários.

"Vamos deixá-lo descansar até os Jogos Olímpicos, conclui Peter Grütter. Stéphane precisa recuperar, dar uma relaxada depois das emoções das últimas semanas". Até porque Stéphane Lambiel feriu o joelho direito (alongamento do ligamento externo) ao cair num treino.

A contusão não o impedirá a participação nos Jogos Olímpicos de Turim.

swissinfo, Mathias Froidevaux (Tradução de J.Gabriel Barbosa)

Breves

- Stéphane Lambiel nasceu dia 2 de abril de 1985 em Martigny, no Cantão de Valais. Vive hoje em Lausanne, no Cantão de Vaud (sudoeste).

- Licenciou-se em biologia e química em junho de 2004. Consagra-se atualmente só à patinagem

- Membro do Clube dos Patinadores de Genebra, Stéphane Lambiel é treinado por Peter Grütter. As coreografias de seu programa foram elaboradas por Salomé Brunner.

End of insertion

Fatos

Os principais resultados de Stéphane Lambiel:
medalha de prata nos Campeonatos da Europa em Lyon, em janeiro de 2006
campeão do Mundo em Moscou, em março de 2005
cinco títulos de campeão suíço (2001-2005)
décimo quinto nos Jogos Olímpicos de Salt Lake City, em 2002.

End of insertion

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?