Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

As primeiras reações de partidos políticos

Três dos quatro partidos governamentais satisfeitos.

(nenhum)

Variam as reações dos partidos políticos suíços à aprovação dos acordos bilaterais com a União Européia. Mas prevalece a satisfação de grandes agremiações: sem surpresa socialistas, radicais e democrata-cristãos acolheram bem o resultado da votação.

Representante do Partido Socialista disse que chegou a hora de o governo reativar o pedido de adesão.

Franco Cavalli, líder do Partido Socialista na Câmara destacou que os suíços compreenderam a importância dos acordos para a economia.

Satisfação do o resultado foi também expressa pelos Partido Radical e Democrata-Cristão.

O presidente do Partido Radical, Franz Steinegger, disse que a questão da adesão não era atual. Estima que devem ser estudadas primeiro as conseqüências dos dos acordos bilaterais.

O líder democrata-cristão, Adalbert Durrer, é da mesma opinião e realçou estar satisfeito que a "questão européia esteja resolvida por enquanto".

O presidente dos Verdes, Ruedi Bauman disse tratar-se de "sete pequenos passos rumo à Europa". E disse que o governo devia reativar o pedido de adesão.

Já porta-voz da UDC/SVP, de direita extremada mas representado no governo, realçou que o SIM devia significar a questão da adesão não é mais atual. Considera que os acordos "substituem a adesão".

Os Democratas Suíços, pequeno partido de direita, que participou no lançamento do referendo, bate na mesma tecla. Em comunicado solicita ao governo "retirar imediatamente o pedido de adesão da Suíça à União Européia".

Observadores têm notado que com uma "margem de aprovação confortável" os partidários da candidatura da Suíça à UE podem insistir no pedido de adesão.

O pedido feito meses após a rejeição em 1992 do chamado Espaço Econômico Europeu, foi engavetado. Mas nunca foi retirado.

swissinfo com agências.



Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.