Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Assistência social Ajuda social em 2018 pagou em média CHF10.379 por pessoa

As despesas líquidas com assistência social na Suíça aumentaram 1,3% em 2018, em comparação com o ano anterior. A Confederação, cantões e municípios pagaram um total de CHF8,4 bilhões (US$8,6 bi).

Two women discuss money

In this staged photo, a debt adviser speaks to a client

(Keystone)

Cada beneficiário da assistência social recebeu uma média de CHF10.379, informou o Departamento Federal de Estatística em um comunicado. O valor representa um aumento de 2,4% em relação a 2017. As despesas por beneficiário tinham aumentado 1,6% em 2017 e 1,7% em 2016. 

Os números diferem de cantão para cantão: os maiores benefícios por beneficiário foram vistos nos cantões de Basileia-Cidade, Vaud, Zurique, Berna e Solothurn, onde os beneficiários receberam entre CHF11.421 e CHF11.881 por ano. O valor médio mais baixo foi pago no cantão de Appenzell Inner Rhodes (CHF4.648), seguido por Friburgo e Obwalden (pouco mais de CHF6.000). 

As prestações complementares, a ajuda para quem não ganha o mínimo vital, absorvem 46,2% dos 8,4 bilhões de francos suíços, a assistência social econômica 34%, as prestações familiares pouco menos de 11%, os adiantamentos sobre as pensões de alimentos 5% e os subsídios de habitação 3,4%. 

A assistência social econômica no sentido restrito não leva em conta os beneficiários de uma prestação complementar à aposentadoria por idade ou incapacidade (AHV/AVS), nem as diversas formas de ajuda às famílias, à habitação e aos desempregados. 

Menos beneficiários 

O número de beneficiários diminuiu ligeiramente. Após anos recorde entre 2014 e 2016, quando cerca de 9,6% da população recebia assistência social no sentido mais amplo, esta taxa diminuiu 0,1 pontos percentuais nos dois anos seguintes (9,5%). 

As despesas com asilo e refugiados diminuíram ligeiramente. Nessas duas áreas, os custos aumentaram de forma constante entre 2008 e 2017, de CHF330 milhões para CHF988 milhões. Em 2018 eles diminuíram pela primeira vez em dez anos em 2,5%, para 961,7 milhões de francos.



Relatório da Caritas Pobreza na Suíça aumenta 10% em um ano

Embora a Suíça seja rica, a pobreza no país continua a aumentar, diz um relatório divulgado pela Caritas Suíça. A pobreza afetou 675 mil ...

Este conteúdo foi publicado em 18 de Dezembro de 2019 8:30


swissinfo.ch/fh

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.